JOHN LENNON: LARGANDO A HEROÍNA

(...) Em seu depoimento aos autores, George Harrison acusa Yoko Ono de ter induzido John Lennon a aplicar-se com heroína, para conseguir afastá-lo mais facilmente do conjunto. Yoko Ono que tentou inclusive proibir a publicação desta parte da biografia, desmente a versão de Harrison: "Não é verdade. John jamais tomou nada que ele não quisesse. Ele era muito curioso e queria conhecer drogas mais pesadas. Me perguntou se eu já havia feito esta experiência e eu respondi que sim. Então ele me propôs que a fizéssemos juntos".

Seja qual for a verdade sobre esta iniciação, a verdade - segundo Brown e Gaines - é que John e Yoko passaram um mês inteiro, no primeiro verão de sua vida em comum, sob os efeitos da heroína. Alguns meses depois, querendo largar a droga, Lennon começou a consumir doses diárias de metadona como substituto da heroína, de acordo com uma terapia aconselhada por um amigo. Lennon não podia recorrer a uma internação num hospital, pois as autoridades norte americanas não lhe concediam um visto de permanência e a sua situação nos Estados Unidos era bastante precária. A solução por ele encontrada foi fazer uma longa vigem pelo país, a fim de manter-se distante da vida conturbada de Nova York e dos fornecedores de tóxicos. Nesta viagem Lennon não foi acompanhado por Yoko, mas por um amigo, do qual desconhece-se a identidade, que veio de Liverpool especialmente para ajudá-lo. Lennon conseguiu largar a heroína.

Largando a heroína

Jan Wenner — Você não nega que andou fazendo experiências com drogas. Como foi com a heroína?

John Lennon — Não teve muita graça. Nunca me passei para injetar isso ou qualquer outra coisa em meu corpo. O que fazíamos era aspirar um pouco, quando sentíamos dores. Tivemos tempos muito duros, sofremos uma carga muito pesada, não só eu próprio, mas ainda Yoko. Especialmente Yoko. Coisas assim: Peter Brown, por exemplo, entrava no nosso escritório, estendia-me a mão e nem olhava para ela, nem lhe dizia "alô". Isso durante seis meses. Quem é que agUenta? Pois havia coisas assim o tempo todo. Foi por isso que recorremos à heroína, por causa da atitude dos Beatles e dos outros para conosco. Mas, felizmente, já largamos isso. Agora estou me entregando ao meu trabalho com mais energia. 

Articles View Hits
6166711

We have 482 guests and no members online

Download Full Premium themes - Chech Here

София Дървен материал цени

Online bookmaker Romenia bet365.ro