ROLEZINHO NO GUARÁ

Rolezinho no Guará

por Mário Pazcheco / Jornal do Guará

17861704 1406156599407052 5482900288049406199 n


3 fev. 2017 - O Guará vibra na própria consciência em sintonia com as artes. Uma é a Rádio Guará FM, palco de entrevistas e bate-papos com artistas locais, conduzidos por Joel Alves, no programa Guará Vivo. Outra rádio on-line, é a Zoom Music , que promove o Piratas Disco Clube, um baile movido ao som de LPs, transmitido ao vivo dos bares outros programas são Álbum de Família e Cassete, sempre com entrevistas do segmento cultural da cidade. Não radicadas no Guará, mas que abrem espaço para os artistas, numa está o programa de TV O Libertário, que acaba de inaugurar sua Escola de Rock, na QE 40. Outro programa, BRockado na Rádio Esplanada FM, divulga os artistas e a cidadania. A agenda de shows das satélites pode ser conferida no site zineoficial.com.br.

Um dos inícios
Outro palco importante para a transformação cultural foi o único ano de atividades do Café Quintal, na QE 19, que aglutinou movimentos como o Mulheral e o Bazar das Meninas, e abriu espaço para os artistas tocarem e exporem.

Dicas quentes
Ricardo ‘Retz’ é o mentor do Museu da Música as dicas culturais são o tradicional espetinho Formigão, na QI 22, e nessa mesma quadra o Dog do Wilson, mas também o espaço cultural Ciriguela. - E nas sextas-feiras acontece a Batalha de Rap no metrô Estação Guará. E o Quiosque do Sinval, o vídeo bar, do Guará na ativa até hoje. Mas breve teremos um novo espaço, o Quilombola, na QE 42!

Grafite e Geladeira do Livro
O grafite é uma arte de rua e manifesta forte presença nas paredes do Guará dos coletivos pioneiros de grafiteiros no DF é o MOSCA (Mobilização Social/Cultural e Ambiental), que surgiu bastante tempo, em festivais de música pelas praças (FICA). Dessa união nasceu o projeto Geladeira do Livro, que acabou de visitar seis cidades satélites, fixando as geladeiras em lugares públicos, para levar a literatura às populações carentes.

O que acontece hoje?
Um dos marcos inspiradores na cultura do Guará foi o bar La Revolución, na QE 19. Com o mesmo espírito, o barzinho Maloca tornou-se atração para os jovens universitários, oferecendo as Quintas Musicais, além de um novo projeto de vídeo-exposição, para breve. A Landscape, um misto de oficina de motos com pub e casa de shows, abriga música mecânica e ao vivo. Em dezembro, a casa recebeu o show da Banda Rock Brasília, com a participação de Murilo Lima, o vocalista da banda Brotheria.

16194974 1239173659510954 4480421675996049004 n

Dos quintais para o mundo
A exemplo do que acontece em outros estados, as residências guaraenses também passaram a produzir receitas e oficinas para o desenvolvimento dos processos de ampliação das liberdades, pela educação das pessoas.



No Guará 1, destaca-se Ciriguela, a mais recente casa-espaço cultural, conjugada com home studio e palco de apresentações acústicas. A casa aposta num festival de clipes de bandas do Guará.

No Guará 2, na QE 13, a Urbanos, também um recente espaço cultural, ofereceu workshops de gaita com Jefferson Gonçalves, e de grafite, com Julimar e Welton como instrutores. A direção é de membros da banda Os CabeloDuro, que também recebem representantes do underground nacional como, Edu K + KaphaGérson.

Zepelim sobrevoa a área de alimentação
Hambúrguer, cerveja e rock, essa é a trilogia da Zepelim. O crescimento populacional fortaleceu o comércio de alimentação. Assim a proximidade de casa, o preço e o ambiente familiar atraem grupos de jovens para curtir as apresentações de Bartô Blues, ou da Marssal...

Dez dias depois de este artigo publicado no Jornal do Guará, a cidade perdeu duas casas: a Cartolaria e a Capital Pub (novo nome da Landscape).

Alongamentos
Sindicato do Reggae, CD Shop, Balaio do Cerrado, atelier do mestre Ataíde; Estúdio Formiguero, agora na QE 40; Clube do Blues, Rota 156, Espaço Ferrugem, Bar do Rock, Arco da Cultura, na Feira do Guará, Conselho Regional de Cultura, Estúdio Tocada Club, na QE 26, Estúdio Hórus, na QE 13, Mastering Estúdio, na QE 1, Caravana da Música, Churrasquinho do Cabelo, na QE 28, e Aldeia São Jorge, na Colônia Agrícola Bernardo Sayão; Tupanzine, Chaveiro Xinxa e o Ensaio Geral. Procê Bar e Restaurante, Estúdio Cordas de Aço...

252 Sapiens

Músicos e artistas e produtores e divulgadores
Bartô Blues, o músico mais atuante; Sapiens, prêmio Brasília Independente; Durangos da América, Corte Seco, Os CabeloDuro lançando seu novo CD apropriadamente intitulado A gente só se fode!; Helen Dieb, Cleiton Roots, Brazilian Blues Band, Olivia e os Brutos, Mariana Camelo, Profans, Daniel Toys, Jorge Dupan, Regicídio, Diego Sousa, Rafael Tavares, Hugo Casaries, Lincon Lacerda, Marcos Bassul, Lucy Sky, Betto Tutu & Izabel Tutu, Tiago Rabelo, Victor Vitrola & Richelmy Oliveira. O rapper Gog, Chagall, Alexandre Renato, Nova Raiz, Levitas e a volta da Jah Live. Célia Porto & Rênio Quintas, Dedé da Viola, Zezinho Blues, Dög Savanna, Macakongs 2099, Edson Salazar, Nader Arar.


“Tudo isso motivado pela grande quantidade de músicos e bandas ativas no Guará. Isso é latente.” (Hamilton “Zen” artista plástico e baterista)

Articles View Hits
6321062

We have 1407 guests and no members online

Download Full Premium themes - Chech Here

София Дървен материал цени

Online bookmaker Romenia bet365.ro