DO PRÓPRIO BOL$O: 36 ANOS DE GUERRILHA E ENCRUZILHADA

manoel

16 mar. / 2018 - Nós todos somos Marielle. Julimar, grafiteiro, um artista carregado pelo sentimento de justiça e Manoel, o cara que cuida do verde daqui de casa e nosso braço direito 

O BLUES d'O TROCA

Antes das produções maiores, nós costumamos bater um escanteio de mangas curtas

maes

Mães & Filhas na festa para Andy Warhol  - trocas feitas ou a satisfação do cliente é a alma do negócio

9 mar. / 2018 - Ontem, o show foi Passando troco com Paulo 'Biko'. O show de hoje chama-se Freguês, satisfeito. Com a cobertura fotográfica de Edson Salazar e Maurício Kozak e o sorriso de Serginho Pinheiro. Agradecimentos às produtoras da noite glitter, Sheila, Rô, Johanne, Ana Luíza Meneses, Maria Cristina, Ana Rita e a namorada do Serginho e também abraço apertado em Luizinho do Pará (1.500 quilômetros longe de casa). Todas as glórias a Jesus. 

28951525 1639011562860493 4518715030329360384 n

Tocar blues or die - grunge blues de Kurt Cobain e Leadbetter cortaram as nuvens chuvosas - muito som de Sony Boy Williamson sem a gaita, acreditam? 

Guitarras - as jams foram jupterianas. Foi a primeira e louca noite instrumental em décadas! Wendel com a guitarra é Rocha (o inspiradíssimo Wendel Rocha  tocou muito e salvou a noite), o baterista Hamilton "Zen" trouxe amigos maravilhosos e Serginho mantém o eixo da amizade.

A norma será ensaios elétricos como o de ontem debaixo de tempestades e lampejos (tudo Hendrix, tudo lindo,  tudo findo)

kozk2

Mauricio Kozak, fotógrafo, roadie, dee-jay e baterista; o som pesado que o Diego Marks tira entrou na roda;  na janela vindo de Alter do Chão-PA, Luizinho; Edson Salazar é versátil   

sergio wendel

Seis cordas salvarão o mundo? Se seis fosse 9 a conta não fecharia. I'm the young fella's guru, teaching him the ways of the world. Sem ataques, sem atabaques e sem cascudos apenas rumando ao braço calmo da noite. O que dizer garotos? Que seremos a próxima atração? Que foi apenas mais um ensaio faiscante com licks de rock'n'roll? Seremos mais tinhosos e ofensivos e delirantes com nossas próprias sombras. Vocês, os Fella's Guru salvaram a noite e salvaram a nós mesmos e também salvaram as cores do bazar - da boca saliente de Cristina ouvimos "jamais imaginei que teria som" e foi com essa surpresa árdua que somamos mais uma apresentação com o estilo e a nobreza daqueles dias de 2007, quando tocávamos para nossos amigos mulheres e filhos ainda no ventre. O rock'n'roll ainda tem vestígios e nós somos esses rastros. Sem flyer, sem commodities, sem motivos e sem armas apontadas para a cabeça - amplificadores ligados e guitarras em punho - porque somente você pode salvar a si mesmo da solidão celular.

 

Não quero capa, não quero espada, não quero símbolo, não quero seguro de vida, não quero prestação de contas - Nunca negociarei o ócio e a coisa é muito simples: o que fracassa não é o negócio, e sim o empreendedor.

web g

   Ainda ontem 8 mar. / 2018 - outro guerrilheiro correu da chuve e trouxe uma enxurrada de blues; ainda ontem vimos Paulo 'Biko' com o olhar que atravessa tempestade, guerrilha e encruzilhada. Nesses tempos de febre amarela não é medo de avião é medo de ir ao Rio de Janeiro. Paulo 'Biko' queria muito mas não tocou Belo Horizonte (MG). Desceu aos buracos de Minas e voltou para o planalto penso. Trouxe song book trouxe fumaça ainda de minas. Palavras cruzadas na nota mi martela como tecla. Palavra gravada trilha no balanço da galera: vão tocar em Itacaré (BA). Siga na catimba, na timba com Eduardo Leal Neto. 

   

   quase 36 anos de GUERRILHA E ENCRUZILHADA

   10 abr. / 1982 - Retroceder como quem levita além do travesseiro para encontrar elos fulminantes de discórdias de conforto de realização de vaidade de infortúnio cargas pesadas de críticas desabam sobre a sua cabeça-bendita que ainda ostenta fios de cabelo. Maluco não dorme de toca ou de toga ou a terapia de voltar do útero à ejaculação. Encontrei! O fan(zine) Oldies but Goldies nasceu numa singela porta interna de guarda-roupa onde eu pregava fotos dos Beatles. Era o porto seguro dos LPs e das poucas roupas.

   

   Necessária criatividade no talo e dedicação honesta


   Olhos de vigilância na dança dos incapazes. Anúncios de itens esgotados. Rosário de grande quantidade; sequência ininterrupta de fatos enfiados goela abaixo. Série inteminável, sucessão extravagante de ideias. e um ideal:
   Mergulhar
   Mergulhar
   Registrar
   Afundar
   Afunilar
   Reunir a palavra escrita que valha a pena.
   Se ainda estivermos por aí no ano de 2019, faremos uma notinha dos 37 anos e assim por diante enquanto houver vida.

   Pá! pinta e põe!

   Do prório bol$o é estilo de vida sem herdeiros, talvez Alexandre Lopes seja o mais próximo na iniciante e promissora carreira de jornalista.

   Desafiar os egos e as condutas e em troca oferecer o próprio bol$o vazio. Jogar sal nas feridas. Rir e enxergar que restam poucas coisas na vida.

Agora vamos retirar as telhas e arremessá-las no chão.

Serão o reconhecimento e o conhecimento incapazes,  prepotentes,  incompetentes,  impotentes,  voluvéis e  corriqueiros?

Às vezes fatos quase únicos ligados em memória são fuxicos: quando eu comecei o zine lí: "Nós estamos aqui para revolucionar a música popular brasileira, pintar de negro a asa branca, atrasar o trem das onze, pisar sobre as flores de Geraldo Vandré e fazer da Amélia uma mulher qualquer."

antes do zine, ouvi: "vai bicho desafinar o coro dos contentes, vai bicho desafinar o coro dos contentes".

Agora é necessário recuperar a estampa franzina sem a necessidade de cirurgia. Depurar o fato na entrelinha. E espalhar caos e Não entender como as coisas funcionam. 36 me dá a ideia, o formato, o ideal e ainda fazem piadas essa é a parte do dente caindo quebrado dentro da boca: Uma laranja podre não estraga todas as demais.

 

Articles View Hits
7253554

We have 352 guests and no members online

Download Full Premium themes - Chech Here

София Дървен материал цени

Online bookmaker Romenia bet365.ro