A INVENÇÃO E A DESCONSTRUÇÃO DE HÉLIO OITICICA OCUPAM O CCBB (2022)

7 DE MAIO

A INVENÇÃO E A DESCONSTRUÇÃO DE HÉLIO OITICICA OCUPAM O CCBB

Instalação de Hélio Oiticica é inaugurada no CCBB neste SÁBADO (7/5). Construção no jardim do espaço tem 200 m² e visitantes podem passear pelo labirinto colorido

NAHIMA MACIEL - https://www.correiobraziliense.com.br/diversao-e-arte/2022/05/5005588-a-invencao-e-o-ritmo-irresistivel.html

Hélio Oiticica desconstruiu os padrões artísticos e inventou uma nova forma de encarar a arte. Um dos pais do Tropicalismo, também foi o cara que decidiu aproximar ao máximo a obra do público, ao ponto de convidá-lo a entrar ou vestir as próprias obras. Esse convite ganha o jardim do Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) hoje, quando os visitantes poderão passear pelo labirinto colorido da A invenção da cor: Magic Square #3.

Montada de maneira a ser vista por quem passa pela pista por fora do CCBB, a instalação é um anúncio de exposição retrospectiva de Oiticica que chega ao espaço em 2023. O MAGIC SQUARE é um enorme penetrável de 200m², construído segundo as especificações do próprio Oiticica, no formato de um imenso labirinto. Quando coloca os pés dentro do trajeto proposto pelo artista, o público também deve estar disposto a encarar uma experiência sensorial.

Para entender a obra, César Oiticica, sobrinho de Hélio, sugere que se parta de alguns princípios cultivados pelo tio, como o da desintegração do objeto de arte. A ideia foi difundida por Ferreira Gullar no FINAL DA DÉCADA DE 1950, com sua Teoria do não-objeto, e acabou abraçada pelos artistas do movimento neoconcreto. Para Hélio, que queria ver o público tomar a dianteira da experiência ao exercer a liberdade de sentir e perceber a arte, era preciso desconstruir a noção de objeto de arte. "Embora você possa identificar como objeto, Magic Square é um objeto que é o mundo", explica César. "Entrar nos ambientes gigantescos de cor tem toda essa bagagem do neoconcretismo, mas abraçando a vida de maneira que a pintura vira parte da cidade. O MAGIC SQUARE, e outras obras desse porte, talvez seja plasticamente a coisa mais forte que ele trilhou."

A instalação vai ficar exposta no CCBB por dois anos, com perspectiva de ficar permanentemente no espaço. Essa é a quarta vez, segundo César, que Magic Square é montada no Brasil. Oititica idealizou a obra no FINAL DA DÉCADA DE 1970 e deixou instruções precisas de como construí-la. Pinturas em cores quentes e materiais como vidro, alvenaria, concreto e granitina foram usados para erguer a instalação. Para celebrar o espírito tropicalista de Oiticica, o CCBB recebe hoje uma festa com fanfarra, apresentação de Djs e do Calango Careta.

A invenção da cor: Magic Square #3

De Hélio Oiticica. Nos jardins do Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB).  

Articles View Hits
9992610

We have 634 guests and no members online

Download Full Premium themes - Chech Here

София Дървен материал цени

Online bookmaker Romenia bet365.ro