MIRO FERRAZ: TOCADOR E FAZEDOR DE GUITARRAS (2021)

 fileh

Egiptólogo, Miro Ferraz escava a própria produção

In Miro We Trust 

fala

"Estava interessado numa guitarra híbrida, mas quando pesquisei o preço, quase pirei, então resolvi fazer esta." (MIRO FERRAZ)

Miro Ferraz neste exato momento, pode estar lixando o corpo de uma nova guitarra, unindo-a ao braço, em perfeito casamento. Com os dedos de tinta, o luthier salpica slogans por faixas-propaganda.

Ele tanto confecciona guitarras quanto as toca, e se equilibra, realizando vários tipos de trabalhos artesanais e artísticos – desde reparos em lataria de automóveis até apresentações em bares nos finais de semana em Olhos D'Água. Abrindo o jogo, ele conta suas últimas realizações: a criação de uma guitarra da qual se tira o mais legítimo som violão; ou desnuda a origem asiática de um novo tremolo Floyd Rose para a guitarra – que vai solar no hard ou no heavy metal. Recentemente, ele se juntou ao Jack Hellous, no momento ensaiando para gravar  três músicas a lançar em plataformas. 

Como artista nato, Miro Ferraz nos ensinou uma coisa que todo raulseixista deve saber: falar a língua do povo, representar o nosso idioma com as expressões mais peculiares de nossa inocente intimidade, para não dizer palavras gastas, gírias e novos aeons e neologismos – como se linguagem pra vender sopa pronta em atentados violentos à falta de imaginação verbal. Miro faz e escreve a história da cidade do Guará, desde os seus primórdios, em faixas de anúncios. Conhece e compartilha a história tanto dos artistas locais quanto dos que aqui vieram se apresentar e que, em algumas oportunidades, presenciamos e apreciamos.  

 Ele lapida as suas guitarras heavies, de braços e enfeites em madrepérola e, com desconcertante humildade, me pede: “escreva sobre mim”. 

É um dos artistas mais engajados no moto-contínuo do sisifismo Do Próprio Bol$o –  há 40 anos rolando pedras montanha acima, ladeira abaixo. Ele também esteve lá em casa ao lado do saudoso Cécé, quando apresentei-lhes o caminhão-palco, na vontade maior do que o sonho de fazer som. Quando Miro toca nele, toca um misto brega de baladas radiofônicas dos 70s com muita guitarra pesada. É colaborador fiel do nosso estilo de viver. Longa vida ao guitarrista, compositor, cantor, luthier e gente fina Miro Ferraz. 

mirom

Miro Ferraz é genuinamente sentimental. Me deu um forte abraço. Lamentou a morte da minha companheira. Me disse que sentiu o mesmo quando ele perdeu o pai...

CONTATO: 61 995576069

GALERIA DE GUITARRAS MIRO FERRAZ

oriental

oriental 2

Articles View Hits
9502692

We have 1540 guests and no members online

Download Full Premium themes - Chech Here

София Дървен материал цени

Online bookmaker Romenia bet365.ro