Poema do Paulão Paz e Amor (2021)

 paz-e-amor

Poema do Paulão Paz e Amor
Varadero


Valei-nos, Senhor meu Deus!
Dos que querem nos pegar
Nos botar no pau-de-arara nos dar choques
Nos bater nos afogar, sufocar
Dos que querem a injustiça a humilhação
Dos que querem nos submeter e esmagar
Dos que defendem a tortura a escuridão
O inferno em nome de Deus o ódio
O poder pelo poder do capital do cifrão
O racismo a mentira a escravidão
Valei-nos Senhor meu Deus das Covides
Das pestes da violência da corrupção
Livrai-nos da hecatombe do planeta
Do racismo da mentira da escravidão
Valei-nos, Senhor meu Deus, Valei-nos!
Dos nazistas, dos fascistas de plantão!

Articles View Hits
9608132

We have 384 guests and no members online

Download Full Premium themes - Chech Here

София Дървен материал цени

Online bookmaker Romenia bet365.ro